O que evitar no briefing?

By

A confecção de um briefing é um dos momentos mais importantes para um trabalho ser desdobrado de forma assertiva. Por isso, é importante ficar atento aos possíveis erros que podem ser cometidos na elaboração deste documento tão imprescindível. Pensando nisso, reunimos alguns dos principais equívocos cometidos por publicitários no momento da confecção deste documento. Confira!

 

Não leve para o lado pessoal

Dar sua opinião é sim muito válido e bem-vindo. Mas procure dar essa opinião livre dos seus gostos pessoais. Nem sempre a cor que você gosta ou o tipo de mídia que você prefere é o que o seu cliente precisa.

 

Não fique preso à contagem de palavras

Um bom briefing não deve ser muito longo (cansativo, com informações desnecessárias) nem curto demais (faltando informações). Deve ser relevante, claro e objetivo.

 

Não faça muito extenso ou muito detalhado

É caracterizado por ser excessivamente elaborado, abarrotado de detalhes de todos os tipos. Desperdiça-se tempo (e consequentemente dinheiro) na sua preparação e leitura. Ele não é errado somente porque é longo, mas porque não tem foco, objetivo. Tudo é importante. Todos os detalhes se tornam importantes; deixando em segundo plano o objetivo da participação.

 

Consequentemente, ele tende a atrapalhar e não a ajudar, tende a confundir e não a esclarecer. Um exemplo típico é um questionário excessivamente elaborado. Não há destaque para o que é relevante.

Cuidado com a hora errada e maneira errada

Muitas reuniões, poucas reuniões. Muito tempo gasto com coisas secundárias. Pouquíssimo tempo para o desenvolvimento criativo – ou talvez até muito, tornando o interesse e o entusiasmo menores. Muitas vezes encontramos expositores fazendo o briefing antes do orçamento, ou seja, no momento em que as montadoras apresentam o projeto e o valor (respondendo ao briefing), o cliente assusta. É aí que se constata algo de errado. Houve erro no briefing pois o projeto ficou “caro demais”.

 

Não perca o foco

Quando estiver em um dia inspirado, não escreva demasiadamente. Aprendi com um professor da faculdade que dizia: “Seu briefing deve responder a uma simples pergunta: O que você precisa? Se está respondendo, ótimo. Se não está, é porque o briefing não está completo, refaça”.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

quatro × 4 =

You may also like