Quais os erros de impressão mais comuns?

By

O trabalho do designer não depende apenas de suas habilidades na criação de artes incríveis: o processo de impressão é vital para o resultado do trabalho, e o menor descuido pode causar falhas e uma queda na qualidade, frustrando tanto o cliente quanto o profissional. Separamos os erros mais comuns de impressão para você evitar!

Manchas de preto

O preto é um assunto à parte quando se fala em erros de impressão. Se usado de forma incorreta, ele causa textos estourados e excesso de tinta no papel.

Para os textos corridos e outros itens de pequena dimensão, configure a composição do preto para K 100%. Em grandes áreas, como por exemplo em fundos, use o preto calçado, cujas configurações variam de gráfica para gráfica, mas giram em torno de 30% de ciano e 100% de preto.

Bordas brancas

É muito comum, em qualquer impressão, existir a necessidade de um acabamento após a produção do material, chamado Refile. Nada mais é que um corte feito nas laterais, para tirar as possíveis rebarbas. Na hora do corte, pode haver um mínimo desnível para um lado ou outro, criando uma borda branca em volta da peça, defeito bem indesejável.

Por isso aplicamos a sangria, que nada mais é que você fazer que seu arquivo tenha alguns milímetros a mais (varia conforme a gráfica que estiver realizando o serviço, entre 2, 3, 5 mm ou mais para cada lado).

Tamanho das fontes

Faça impressão do arquivo em tamanho real para conferir se o texto está adequado ao planejado. É comum se deixar enganar pela aparência do monitor e gerar arquivos com textos muito pequenos e ilegíveis.

Não saber qual o tipo de material que você quer fazer a impressão

Certifique-se em qual tipo de papel seu projeto será impresso, se utilizará algum tipo de outro material como plástico, tecido ou superfícies metálicas, se terá verniz (e onde estará localizado), entre outros. Estas questões impactam e muito na criação e finalização da arte.

Imagem de baixa resolução

Muitas pessoas acabam querendo trabalhar com imagens baixadas da internet, o que consequentemente, representa uma perda de resolução. Geralmente a resolução alcançada pela web é de 72 dpi, no entanto, para que haja uma boa impressão é requerido que o dpi seja pelo menos de 300. De outra maneira, as imagens ficam embaçadas, se perde a definição e pode até refletir em quadradinhos nas bordas, não ficando legal.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

quinze − cinco =

You may also like