Retatros da Leitura – Pesquisa aponta o perfil de consumo dos leitores brasileiros

By

Realizada pelo Instituto Pró-Livro e o Itaú Cultura, a pesquisa “Retratos da Leitura” nos trouxe uma nova visão do perfil e consumo dos leitores brasileiros.

Com dados coletados em mais de 208 municípios durante os anos de 2019 e 2020, a pesquisa nos informa sobre o grau de influência que a escola, professores, o cinema e a família exerce sobre a escolha dos títulos e a plataforma por onde foram lidos. 

O que causa o interesse por literatura?

A pesquisa apresentou diversos recortes interessantes sobre o perfil dos leitores. Entre eles, a influência exercida pela família, amigos, instituições, profissionais de ensino e até o cinema sobre os livros a serem lidos.

Entre os participantes da pesquisa, 52% afirmam que tiveram o interesse pela literatura despertado através da indicação da escola ou de um professor (a). 

Dentro do aspecto audiovisual, 48% afirmaram que foram influenciados ao assistir filmes baseados em livros ou história de autores.

Já no campo de relacionamentos, os entrevistados afirmaram que a indicação de amigos e familiares os aproximou da literatura, sendo: 41% através de amigos, 33% por influência da mãe ou responsável do sexo feminino e 20% por influência do pai ou responsável do sexo masculino.

Os últimos livros mais lidos entre os entrevistados 

Entre os grandes clássicos consagrados da literatura e títulos infantis populares, a pesquisa indica os 14 livros mais citados entre as últimas leituras dos entrevistados.

  1. Biblía – 35%
  2. O Pequeno Príncipe – 27%
  3. Diário de um Banana – 27%
  4. Harry Potter – 27%
  5. A Cabana – 26%
  6. A Culpa É das Estrelas – 23%
  7. Dom Casmurro – 20%
  8. 50 Tons de Cinza – 17%
  9. Brance de Neve e os Sete Anões – 13%
  10. Turma da Mônica – 12%
  11. Como Eu Era Antes de Você – 11%
  12. O Diário de Anne Frank – 11%
  13. As Crônicas de Gelo e Fogo – 11%
  14. A Bela e a Fera – 10%

Qual foi o formato mais popular de leitura?

De maneira surpreendente, a pesquisa apresentou dados que comprova que os leitores ainda optam pelos livros físicos, ao contrário do esperado pelos indicadores que acreditavam que a leitura digital dominaria o mercado em pouco tempo.

92% dos entrevistados afirmaram que o formato do último livro que leu ou está lendo foi em papel (livro físico). Apenas 8% dos participantes afirmou que o formato de sua última ou atual leitura se dá pelos meios digitais.

Contudo, mesmo que os livros em formato digitais (e-books) seja uma segunda opção para a maioria dos leitores, 28% dos entrevistados afirmam que fazem o uso do WhatsApp para ler contos e 26% para ler poesias.

A pesquisa foi publicada pelo Valor Econômico, e você pode conferir dados complementares no site oficial clicando aqui.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

quinze + 12 =

You may also like