Qual a importância dos livros paradidáticos na educação?

By

Além dos livros didáticos que são predefinidos pelo Governo e, posteriormente, selecionados pelas escolas de acordo com o planejamento pedagógico de cada uma, temos também os livros paradidáticos, que auxiliam no processo de ensino-aprendizagem e funcionam como um material complementar, escolhidos livremente por cada unidade.

A importância dos livros paradidáticos nas escolas aumentou principalmente no final da década de 90, a partir da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), que estabeleceu os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e orientou para a abordagem de temas transversais relacionados ao desenvolvimento da cidadania.

Dessa forma, abriu-se espaço para o aumento da produção de obras para serem utilizados em sala de aula, abordando temas como Ética, Pluralidade Cultural, Trabalho e Consumo e Saúde.

Quais os benefícios desse tipo de livros?

Segundo os PCNs – Parâmetros Curriculares Nacionais, os livros paradidáticos têm exatamente a função de oportunizar aos professores o desenvolvimento de trabalhos voltados para valores como: bondade, amizade, respeito, honestidade, ecologia, meio ambiente, poluição, dentre outros.

A intenção dos livros deve ser a de trabalhar o lúdico, sem deixar que as crianças percebam outro sentido nos mesmos. Se o professor der muita ênfase aos valores morais das histórias, elas poderão tornar-se chatas para os alunos, criando uma aversão pelas mesmas e distanciando-se dos livros literários.

O que levar em consideração ao escolher um livro desse tipo?

Para escolher bons materiais de apoio é preciso levar em consideração as respectivas propostas pedagógicas e se estão alinhadas aos conteúdos programáticos a serem abordados.

A adequação à faixa etária e realidade escolar também é de se observar, visto que são fatores determinantes para elaboração de uma boa estratégia educacional.

Como livros paradidáticos influenciam a educação da criança?

Através da leitura realizada com prazer, é possível desenvolver a imaginação, embrenhando no mundo da imaginação, desenvolvendo a escuta lenta, enriquecendo o vocabulário, envolvendo linguagens diferenciadas, entre outros.

A sala de aula torna-se mais interativa

A sala de aula serve de instrumento para um trabalho educativo de qualidade, desenvolvendo valores éticos e morais nos alunos, trazendo discussões acerca de fatos que acontecem no nosso cotidiano, fazendo com que repensem suas atitudes com os colegas, professores e família.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

14 − 6 =

You may also like